Entrevista com a Vovó Lole

Tempo de leitura: 2 minutos

Para começar a nova temporada de hangouts do Luz do Feminino, uma convidada mais que especial: a querida VOVÓ LOLE.

vovo lole

VOVÓ LOLE é um exemplo: de simpatia, amorosidade, carinho e…disciplina! 

Ela ficou famosa quando sua neta Priscilla publicou um vídeo mostrando sua rotina de exercícios. O vídeo viralizou e, em seguida, Vovó Lole apareceu no programa Bem Estar, da Rede Globo. (Detalhe: na época do vídeo que viralizou, ela tinha 98 anos. Hj, ela está com 100!)

vó lole 100
(Vovó Lole no seu aniversário de 100 anos, em abril de 2016)

No início do ano, consegui marcar uma entrevista com ela pro LUZ DO FEMININO. Infelizmente, por causa das inúmeras mudanças pelas quais passei de lá pra cá (mudança de provedor do blog, casamento, mudança de cidade etc), tive que deixar os vídeos e as entrevistas de lado por um tempo, e a entrevista com a Vovó Lole acabou não indo ao ar.

Mas, agora, de volta à labuta, divulgo a entrevista para vocês também se encantarem com ela.

E por que a chamei para o blog? Porque, ao olhar para essa senhora e falar com ela, compreendo bem o que o John O’Donohue disse sobre a velhice, em seu livro Anam Cara:

“A velhice é um período de segunda inocência. Existe a primeira inocência, quando somos crianças, mas ela se baseia na confiança ingênua e desconhecimento. A segunda inocência surge mais tarde na nossa vida, quando já vivemos intensamente. Conhecemos a desolação da vida, conhecemos sua incrível capacidade para decepcionar e, às vezes, destruir. No entanto, apesar desse reconhecimento realista do potencial negativo da vida, ainda conservamos um modo de ver sadio, esperançoso e animado. É uma espécie de segunda inocência. É encantados encontrar uma pessoa velha, cujo rosto está profundamente enrugado, um rosto que tem sido profundamente habitado. Fitar-lhe os olhos e encontrar luz ali. Essa luz é inocente. Ela não é inexperiente, mas é, antes, inocente na sua confiança no bom, no verdadeiro e no belo. Tal olhar da parte de um rosto velho é uma espécie de bênção. Sentimo-nos bem e sadios em tal companhia.”

Venha se sentir bem também na companhia da Vovó Lole:

p.s.: Depois me escreve, contando o que achou da Vovó Lole. 😉

  • Maevy Dias

    Muito legal Rebeca! Que vó mais querida.
    Concordo com a vó Lole, vc é uma doçura de entrevistadora!
    Beijo.

    • luzdofeminino

      :-) Oh, e tem como não se derreter por essa avozinha?!
      Que bom que vc gostou, Maevy!
      Bjo grande,
      Rebeca

    • http://luzdofeminino.com.br/ Rebeca Machado

      :-) E tem como não se derreter com essa vozinha fofa?!?
      Bjos, querida Maevy!