Escolha o Caminho das Flores

Tempo de leitura: 5 minutos

Pra que seguir o caminho das pedras se temos o caminho das flores? – 

flores
Ilha das Flores, em Konstanz.

Depois que escrevi o último artigo – 9 passos para construir uma auto-estima sólida -, fiquei pensando em cada um daqueles passos e no floral de Bach correspondente. Sim, existe floral pra tudo o que você pode imaginar. E se é mais fácil falar e dar dicas sobre auto-estima do que, de fato, fortalecer sua auto-imagem, a boa notícia é: nós não estamos sozinhas nessa caminhada! As flores, com o seu poder curativo, são o nosso amparo sutil, mas muito poderoso!

Por isso, para ajudar um pouco mais nessa direção de busca pela tão importante auto-estima, refaço o post anterior, agora acrescentando qual o floral apropriado para cada passo. Vamos lá?

  1. Afirmação mental positiva: O floral Willow nos ajuda a transformar a visão negativa que temos da vida em visão positiva. Ele nos ajuda a ponderar de forma mais otimista, tirando valiosas lições dos momentos difíceis. A pessoa pára de se lamentar pelas coisas ruins que aconteceram na sua vida.

  2. Para estar bem com alguém, antes é preciso estar bem consigo. Alguns florais nos trazem esse “sentir-se bem na própria pele”. Um deles é o Larch, que desperta nossas capacidades latentes, faz-nos sentir que somos capazes, nos tira aquela sensação de “sermos inferiores”. Nos traz confiança. Em combinação com o Mimulus, por exemplo, floral para os tímidos e medrosos, a auto-aceitação melhora bastante.

  3. Harmonizar físico e fisiológico. Para quem tem algum tipo de aversão à sua própria aparência, o floral de Bach ideal é o Crab Apple. Ele nos faz aceitarmos a nós mesmos e às nossas imperfeições. Passamos a ter uma imagem positiva de nós. Em consequência, melhora nossa auto-estima.

  4. Patrimônio psicológico positivo. Um psicológico positivo precisa ser construído e fortalecido diariamente. Bons pensamentos, boas atitudes, bom humor, tudo isso cria uma áurea de positividade ao nosso redor. Há vários florais que contribuem para isso, mas cada pessoa terá um ou outro ponto a ser mais trabalhado. Um floral que eu indicaria, de uma forma geral, é o Holly. Holly é o floral do amor universal. Ele nos ajuda a enfrentar as dificuldades da vida, com mais amorosidade, mais compaixão e bondade, mesmo que tenhamos problemas. Acredito que esse seja o segredo para irmos construindo um patrimônio psicológico positivo.

  5. Saber se relacionar é um dos maiores indicativos de uma boa auto-estima. Há vários florais que nos ajudam com o relacionamento. O mais indicado vai depender da personalidade de cada um. Alguns exemplos são: Water Violet, pra pessoa que gosta de solidão, é fechada, anti-social. Esse floral fará com que a pessoa comece a conviver com os demais, de forma mais calorosa. Mimulus, é o floral para os tímidos. Às vezes, a timidez é tão grande, que a pessoa não consegue interagir com mais ninguém. Também há pessoas que, por possuírem certas características, acabam “afastando” quem está ao redor. É o caso de quem precisa de Beech, aquela pessoa que está sempre criticando os outros, achando-os inferiores. Há o Impatiens, pro indivíduo que não tem paciência. Cherry Plum, pra pessoa que se descontrola emocionalmente. Aqui, novamente, cada caso deve ser observado, pra saber que defeito específico está atrapalhando o seu convívio social.

  6. O trabalho é um dos pilares sobre o qual se edifica a auto-estima. Encontrar o próprio caminho, o seu trabalho, nem sempre é fácil. Quando um país está em crise, então, parece que fica ainda mais difícil descobrir sua própria vocação. Mas, quando se encontra o caminho certo, a certeza aumenta e tudo fica mais claro. E o que antes era obstáculo passa a ser oportunidade de crescimento. O floral que ajuda a encontrar o seu propósito na vida é o Wild Oat. Ele ajuda a encontrar a profissão certa, clareia os caminhos e a direção a ser seguida. Há, ademais, o Hornbeam, para ter ânimo e disposição pro trabalho.

  7. Jamais comparar-se aos demais. Existem dois florais para as pessoas que se comparam. Para aquelas que se comparam, sem invejar, mas se sentindo inferiores, o ideal é o Larch. Já aquelas pessoas que se comparam, invejando, “secando o jardim” do outro, o floral mais adequado é o Willow.

  8. Olhar compreensivo. Mais uma vez, deve-se ver como é o “olhar” de cada um. Talvez a pessoa precise de Holly, para ver com mais amor e bondade. Talvez precise do Willow, pra olhar sem desdém. Pode ser que precise de Beech, para não ver o outro como um “inferior”. Ou até mesmo o Impatiens, pra olhar com paciência aqueles que são mais lentos que você. Novamente, é a auto-análise (ou a ajuda de um terapeuta floral) que vai indicar qual o melhor floral para cada “tipo de olhar”.

  9. Fazer algo positivo pelos demais. Novamente, começaria com o HOLLY, o floral que desperta o amor universal. Quando começamos a nos amar e a amar o próximo, fica natural fazer algo positivo pelos demais. Mas há, também, diversos defeitos que possuímos e que nos deixam mais egoístas. Quando trabalhamos esses defeitos, começamos a entrar em harmonia interior, o que nos torna mais bondosos e tolerantes para com os demais.

Com carinho e gratidão,

Rebeca

p.s.: Você já toma ou tomou floral alguma vez? Tem alguma experiência para compartilhar? Adoraria saber! Pode compartilhar aqui ou por email.