WILD OAT – Um floral para os nossos tempos – parte 2

Tempo de leitura: 2 minutos

Apropriada para os que têm ambições quanto a realizar algo importante na vida, os que querem adquirir muita experiência, desfrutar de tudo que está ao seu alcance e viver a vida ao máximo.
Sua dificuldade consiste em determinar a que ocupação desejam se entregar, pois, embora suas ambições sejam fortes, não têm uma vocação que os atraia acima das demais.
Isso pode trazer-lhes perda de tempo e insatisfação.
(Dr. Edward Bach)

Quando li a história de Henri Cartier-Bresson (ver post anterior: AQUI) fiquei muito tocada pelo fato de ele ter nascido com talento para algo que nem existia na época. Fiquei imaginando de quanta angústia ele teria sido poupado se soubesse que aquilo para que ele nasceu pra fazer ainda ia ser criado. Claro que, com essas perguntas, acabo entrando no mundo enfraquecedor do “e se…”. E se ele soubesse que nasceu pra ser fotógrafo? Mas ele não tinha como saber e não tinha como escapar daquelas angústias. Talvez ele tivesse que passar por tudo aquilo e por todos aqueles “nãos” que a vida lhe deu: não quis trabalhar com comércio, não “serviu” para a pintura…Até que o “sim” veio: a fotografia.

henri cartier bresson fotografia fotógrafo
Henri Cartier Bresson

Cartier-Bresson nasceu e se fez fotógrafo no século passado, um século de inúmeras mudanças, mas que todos falam que eram mudanças mais lentas que as dos nossos tempos.

Me pergunto quantas pessoas, hoje, passam por angústias parecidas com as do fotógrafo. Quantas crianças estão nascendo hoje e que, talvez, venham a trabalhar com algo que ainda não foi criado? Com uma forma de trabalho que ainda não existe? Ou até existe, mas que terá uma “roupagem” totalmente diferente?

criança lendo livro estudando

É consenso que vivemos um tempo de muitas e velozes mudanças. Mesmo quem já diz, desde pequeno, que quer seguir determinada profissão, deve estar atento às novidades que surgirão dentro dela.

E a pergunta é: como saber que você vai saber escolher o seu caminho? Que vai conseguir ouvir o Propósito da sua Alma?

Muitas pessoas não se perguntam isso. Vão, simplesmente, passar por essa vida, junto com a “boiada”. Mas quem pensa em viver uma vida com sentido vai, em algum momento da vida, se angustiar caso esteja seguindo por um caminho que não tenha nada a ver com a sua vocação.

E quando digo “vocação” não me refiro a grandes profissões, a talentos reconhecidos mundialmente. Pode até ser…. A verdadeira vocação pode ser mais “pública” ou mais “discreta”, “maior” ou “menor”. É aquela tarefa que vai lhe dar a certeza de estar fazendo algo de forma plena, algo que somente você – e mais ninguém – poderá fazer.

É aí que entra o floral WILD OAT .

floral de bach wild oat

Será o seu caso? No próximo post, descreverei as características mais importantes sobre esse floral, pra você ver se se identifica com ele. Até lá. 😉

mulher trilha caminho

Com carinho e gratidão,
Rebeca

P.s.: Para ler a parte 1, clique AQUI.